quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Ansiedade - Ela atrapalha quem quer engravidar?

Sim! Mas você pode aprender a controla-la. Trata-se de um estado emocional, que pode ser percebido/sentido quando há excitação do Sistema Nervoso Central, frente a uma situação de perigo. Isso significa que eu acho que um bebê é um perigo? Não. Diferente do medo, a ansiedade não precisa de um fator desencadeante concreto, basta a suposição ou idéia e ela se apresenta, mesmo com motivo subjetivo mas sempre há um valor afetivo envolvido. No caso do bebe, a simples idéia de mudança na rotina diária já traz essa sensação e nosso histórico genético nos faz ficar em alerta com qualquer situação nova e desconhecida desencadeia uma serie de alertas para que possamos reagir à nova situação. Quanto maior o grau da mudança e desconhecimento, maior o “medo” que vem representado através da ansiedade.

Convenhamos que um bebê é uma das maiores mudanças na vida de um ser humano, sendo ele planejado ou não. Desta forma, ao saber de uma gestação ou tomar a decisão de tentar engravidar, o casal cria a expectativa e passa a pensar quais seriam as possíveis situações que essa mudança traria e o que seria feito frente à ela, a incerteza de qual atitude tomar faz com que o medo ou ansiedade possam aumentar, o que pode gerar duvidas e grande desconforto para ambos.

Tive idéia horríveis como: aborto, que nunca serei mãe/pai, que não vou dar conta de um bebê, que seria melhor não engravidar e etc. Sou uma pessoa má?

Calma! Você não é uma pessoa má, só está testando mentalmente as possibilidades de ação para resolver esse conflito e aliviar esse desconforto, faz parte do processo se sua psique achar necessário. Mas somente o fato de você reconsiderar essas idéias, já mostra que você dá importância para uma decisão como esta. Tenha calma, não fique pensando muito no assunto, no momento, retome as suas idéias quando estiver mais calma.

Além disso, um grande nível de ansiedade pode inibir a ovulação através de substancias que são produzidas com esse sentimento todo. Imagina que de um mês para o outro há alterações do dia da menstruação só por uma descarga de adrenalina, tristeza ou ansiedade em si, o que isso significa? Que você ovulou em um dia diferente do que esperava. Então tenha calma, abaixo seguem algumas dicas que podem te ajudar a ficar menos ansiosa:

Mas o que posso fazer para diminuir a ansiedade?

Ø Adotar hábitos saudáveis traz à seu organismo à mensagem de que você não terá problemas quanto à nutrição e disposição de energia para você e para o bebê. Ajuda na aceitação fisiológica dele, logo, sua ansiedade também diminuirá, afinal, seu corpo estará em equilíbrio com essa novidade. Quais hábitos? Ter uma alimentação equilibrada com fibras, sais minerais, carboidratos, proteínas e todos os nutrientes que seu corpo necessita diariamente (consulte um profissional se achar necessário), não fumar, beber ou consumir substancias ilícitas também contribuem (sabia que essas substancias podem auxiliar na infertilidade feminina e masculina, ou até mesmo na qualidade do sêmen?) e fazer exercicios fisicos também ajuda.

Ø Fale com outros casais que estão passando pela mesma situação que você(s), pessoalmente, pela internet, em fóruns ou grupos de discussão ou ainda falar com quem já passou por essa experiência;

Ø Não viva em função da gravidez, adote um hobby! Busque ter uma rotina que te mantenha ocupado e não disponível para pensar na gestação o tempo todo. Buscar o seu prazer através de pequenas tarefas e atividades auxiliam no relaxamento muscular e mental;

Ø Consulte seu médico regularmente e mantenha seu exame preventivo e check-up em dia;

Ø Relaxe e respire! Aqui segue um exercício simples e que ajuda a relaxar o corpo através da respiração: sente de forma confortável e ereta, feche os olhos, encha seu diafragma e não o pulmão (coloque a mão na “boca do estomago” para senti o diafragma encher), segure por 3 segundos e solte o ar pela boca, lentamente contando até 6. Faça isso varias vezes ao dia e conforme sentir necessidade, você pode aumentar para 4 e 8 segundos ou até 5 e 10 segundos;

Ø Ame muito! Não precisa passar o dia tendo relações para se conseguir a gestação, seja mais romântica do que nunca, faça surpresas e curta muito essa fase;

Ø Lembre-se: é natural um casal de até 35 anos que mantêm relações sem proteção demorar até um ano para conseguir engravidar, mensalmente são 20% de chances de se conseguir a fecundação. Após um ano o casal já pode buscar ajuda de um especialista. Casais acima dessa idade devem buscar ajuda após cerca de 6 meses de tentativas sem sucesso.

Como eu já disse no post anterior, nosso corpo funciona de uma forma muito sábia e nossa mente é complicada, se achar necessidade, não exite em buscar ajuda profissional.

Desejo muito sucesso à todas!

[O que achou do post? Deixe seu comentário]

2 comentários:

  1. gosto por que tudo que procuro enconto aqui, agora estou maes segura que vou conseguir engravidar.obrigado,roseli lobo-brumado bahia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Adorei...
    Realmente a anciedade está me matando...
    Pois soou tentante há dois mesese ovulei a uma semana, fiz o beta e deu negativo, mais li em varios tópicos que é muito cedo para o resultado.

    ResponderExcluir